Você quer aprender francês, mas acha impossível conciliar com sua agenda?

Você acha que só os desempregados, estudantes e aposentados tem tempo suficiente para aprender uma língua?

Você quer acreditar que existe uma fórmula milagrosa para acordar no dia seguinte fluente em francês?

Calma lá!

É o seguinte: se você quer mesmo aprender e falar francês, você vai conseguir, sim!

E isso porque qualquer pessoa – inclusive você! – tem tempo para aprender um novo idioma, basta querer (e isso – querer – você já tem!).

Bom, infelizmente milagres não existem e, como você deve saber, para aprender uma língua é preciso dedicação, motivação e prática.

Mas para conseguir reunir esses três elementos (dedicação, motivação e prática), você tem, antes de tudo, que destruir a ideia fixa de que não tem tempo para aprender francês.

Acredite, você tem tempo SIM!

Não consegue acreditar?

Que tal seguir esse passo-a-passo, descobrir o tempo livre que você deixa largado às baratas e mergulhar de uma vez por todas no francês?

PASSO 1: Implante o aprendizado passivo no seu dia-a-dia (e aprenda sem sofrimento)

Você deve estar se perguntando o que danado é aprendizado passivo.

Não se iluda: não é nenhum mito, milagre ou método mirabolante, mas é uma dica que faz toda a diferença no seu caminho rumo à fluência em francês.

Bom, aprender passivamente é simplesmente conviver com o francês sem sentir, sem estudar e sem ter aulas. E tudo isso sem muito esforço.

A gente vai te explicar como.

Antes de mais nada, gostaria que você respondesse (com sinceridade) a essas perguntas:

  • Quantas vezes por dia você olha, mexe e usa seu telefone celular?
  • Quantas horas por dia você passa na frente do computador?
  • Quantas vezes por dia você checa as redes sociais?

Aposto que, depois de ter analisado com cuidado a sua rotina com essas tecnologias, você deve ter ficado surpreso com o tempo que você passa usando esses instrumentos.

Pois é. Que tal usar todo esse tempo para aprender francês de forma passiva?

A ideia é que você passe a consumir conteúdos em francês que antes você só via em português.

O segredo aqui é o seguinte:

  • Mude a língua do seu celular e/ou tablet para o francês.
  • Mude a língua do seu computador para o francês.
  • Mude a língua do seu Facebook, Instagram e outras redes sociais para o francês.
  • E, claro, consuma conteúdos nas redes sociais em francês!

Acredite: você ainda vai saber como usar seu smartphone, seu tablet e seu computador por intuição.

Você ainda vai saber interagir nas redes sociais, como você sempre fez, por hábito.

Mas você vai conviver o tempo inteiro – e todos os dias – com o francês.

Sabe aquelas palavrinhas que em português você nem lia, como “desbloquear”, “ligar”, “curtir”, “enviar”? Você vai aprendê-las naturalmente e vai conviver tanto com elas, que nunca mais vai esquecê-las.

Você vai adquirir vocabulário útil sem nem perceber e vai ganhar confiança para seguir os próximos passos para dar o gás no seu francês!

PASSO 2: Identifique seu “tempo perdido” e ganhe tempo produtivo para bombar o francês

Você senta na frente da televisão e fica horas mudando de canal ou procurando (sem sucesso) por filmes ou séries?

Você passa horas vendo as redes sociais sem nenhum objetivo específico e perde tempo vendo coisas que sequer lhe interessam?

Você vê programas, usa aplicativos e procura informações sobre pessoas e/ou coisas que não vão acrescentar nada na sua vida?

Saiba que você não é o único.

Esse mal do “tempo inútil” muito mais comum do que você imagina.

Portanto, não se envergonhe por isso, nós vamos te ajudar a tomar uma atitude e a acabar com esse tempo perdido de uma vez por todas!

Ou vai dizer que você não quer otimizar seu tempo para finalmente se dedicar, aprender e finalmente falar francês?

Por isso, anote todas as atividades “parasitas” que você tem no seu quotidiano.

Faça isso com detalhes, sem pena ou enrolação. TUDO deve ser colocado no papel!

Isso quer dizer que você deve anotar todas as atividades que não acrescentam no seu bem-estar, felicidade ou conhecimento e que poderiam ser eliminadas para liberar um tempinho do seu dia para o nosso tão amado idioma francês.

Um exemplo concreto desse tipo de atividade são aqueles minutos (ou até horas) que você passa olhando o feed do Facebook e do Instagram, sem nem prestar atenção no que está na tela.

Ou aquelas horas que você liga a TV, vê um programa chato ou passa horas procurando algo mais legal para assistir.

Ou aquele tempo que você passa jogando no seu celular algum joguinho qualquer.

Depois de ter identificado esse “tempo perdido”, você vai eliminá-lo da sua rotina e trocá-lo por atividades produtivas, interessantes e estimulantes para acelerar seu francês.

Mas olho vivo!

Não fique obcecado pelos “tempos perdidos” ao ponto de achar que um cafezinho com o amigo, um filme com o(a) namorado(a) ou outra atividade relaxante são “tempos perdidos” a serem eliminados.

Você precisa de descanso, de vida social e de diversão, portanto não exagere!

Só elimine aquilo que de fato não te faz feliz e não te leva para frente!

PASSO 3: Use com inteligência o tempo perdido que você não pode liberar

Pois é. Infelizmente nem sempre conseguimos liberar todo o “tempo perdido” que identificamos, simplesmente porque alguns deles não dependem somente de boa vontade, esforço e organização.

Você sabe do que estou falando.

Aquele tempo no trânsito, dirigindo para o trabalho e maldizendo o prefeito, o motorista do outro carro e o seu chefe. Ou no metrô/ônibus, reclamando por estar espremido como uma sardinha na lata.

Aquele tempo na fila do banco, da padaria ou da instituição pública para resolver uma bronca.

Aquele tempo esperando um cliente, amigo ou parente atrasado.

Então, que tal aproveitar esses tempos perdidos irritantes para aprender francês?

Seu tempo vai passar a ser usado de forma útil e o stress que essas coisinhas chatas te causam serão consideravelmente diminuídos quando você perceber que graças a eles você está aprendendo francês!

Você pode ouvir um podcast, uma música ou uma lição em francês enquanto dirige.

Ou até ler uma notícia, um trecho de um livro na fila do banco ou um post em francês no Instagram.

Ou até começar a ler o e-book gratuito de afrancesados enquanto espera ser atendido no dentista.

E, assim, você vai finalmente otimizar seu tempo!

PASSO 4: Encaixe uma sessão de estudos na sua rotina (mesmo que seja somente por quinze minutos)

Você já sabe que a procrastinação (a arte de deixar tudo para amanhã) é um problema grave.

E você já sabe como evitar que o “tempo perdido” impeça você de aprender francês.

Você também sabe que, se quiser mesmo aprender francês, vai ter que fazer uma forcinha, pois ninguém acorda do dia para a noite falando francês por um milagre!

Mas é importante lembrar que se você não encaixar o francês na sua rotina, você vai sempre ter a tendência de deixar para amanhã e a ver seu objetivo de falar a língua cada vez mais longe.

Talvez essa situação seja familiar para você, não?

Por isso, veja sua agenda e escolha o momento mais favorável para focar no francês, em que há menos probabilidade de interrupção, de distrações e de procrastinação/preguiça.

Para você, esse “momento ideal” seria de manhã, antes de sair para o trabalho? Na hora do almoço? À noite, quando voltasse do trabalho?

Isso é algo muito pessoal e cabe somente a você escolher o momento que seja mais produtivo, constante e agradável para viver o francês.

É importante que você evite a todo custo o erro de iniciante de achar que deve estudar quatro ou cinco horas todos os dias.

Na primeira semana, você pode até ficar empolgado e se animar com o tanto que está aprendendo.

No entanto, pense em como será difícil manter esse ritmo a longo prazo, e em como será desmotivador, frustrante e cansativo determinar a meta das cinco horas diárias e não cumpri-las.

Não é isso que você quer, né?

Por isso, o ideal é que você estude em pequenas doses de forma constante,  para manter a motivação, o frescor da mente e o hábito de aprender e viver o francês.

Se você achar que é mais produtivo estudar uns minutinhos a mais, acrescente um pouco mais de tempo e vá ajustando pouco a pouco ao que você acha que seja seu ideal.

Nós acreditamos que é muito mais valioso, produtivo e motivador estudar 30 minutos de francês TODOS OS DIAS do que estudar três horas e meia uma vez por semana.

E isso porque seu contato com a língua será diário e você criará uma rotina com o francês que será difícil de largar, pois o tempo de estudo não é muito longo e é simples de encaixar na sua agenda.

Pouco a pouco você pode aumentar esse tempo se quiser intensificar o aprendizado, mas não vale exagerar para não se cansar excessivamente e acabar desistindo!

Nossa dica: comece o dia cumprindo sua meta de estudos de francês. Que tal estudar 30 minutinhos antes do café da manhã? Você já vai ter cumprido sua meta diária e já vai começar o dia animado, confiante e com o francês mais afiado!

PASSO 5: Pense em francês (mesmo que você tenha começado a aprender hoje)

Não vai dizer que você não tem tempo para pensar, né? Hehe. Brincadeira 🙂

A ideia aqui é muito simples: você só tem que substituir alguns pensamentos em português por frases em francês.

Por exemplo, se você pensar “Estou com fome”, substitua essa frase sempre por “J’ai faim”.

Se você pensar que está cansado, pense em francês: “Je suis fatigué(e)”.

Se você pensar “estou atrasado”, pense “je suis en retard”, e assim por diante.

A ideia é que frases que você sempre repete mentalmente para si mesmo passem a ser pensadas em francês, e que a cada dia você incorpore pelo menos uma nova frase em francês.

Dessa forma você vai ganhar muito vocabulário e, com a repetição, você vai consolidar esse vocabulário e vai saber utilizá-lo quando for necessário.

Se você quiser ir ainda mais além, que tal repetir essas frases em voz alta? Você pode gravá-las e compará-las com a pronúncia de um nativo (um lugar legal para ver a pronúncia dos nativos é o site forvo) e, assim, melhorar progressivamente sua pronúncia em francês!

Gostou das dicas? Então compartilhe com os amigos que também precisam organizar o tempo para se jogar no francês!

Quer outras dicas preciosas para se livrar da procrastinação e aprender francês de uma vez por todas?

Então baixe agora seu e-book gratuito com 7 passos para bombar seu francês! Só é preencher o formulário abaixo e voilà 🙂

Deixe uma resposta