Você já percebeu que sempre tem alguma coisa que atrapalha a evolução do seu francês?

Talvez no início você estivesse super animado(a) com o francês, mas aos poucos passou a bater aquele desânimo: “não saio do lugar!”.

Talvez a desmotivação e a sensação de que isso tudo é muito complicado fizeram você achar que nunca vai aprender francês.

Talvez até você tenha parado de estudar, e desistido de aprender “por um tempo, para depois retomar”. Só que esse “depois” nunca chegou.

Conheço muitas pessoas que já passaram por isso.

Que acharam o francês tão complicado e demorado a aprender ao ponto de desistir de aprender a língua.

Mas você não quer cair nessa armadilha, não é?

Bom, tenho uma coisa a dizer antes de entrarmos nos detalhes de como superar os obstáculos para falar francês.

Preste atenção nisso.

Se aprender francês fosse fácil, automático e não exigisse nenhum esforcinho, o mundo todo já falaria essa língua.

Só que as coisas não são tão simples assim.

E você sabe disso.

Verdade seja dita: aprender francês exige dedicação, investimento pessoal e, sobretudo, muita motivação.

Por isso, identificamos os principais obstáculos que todo estudante de francês pode passar e mostramos como você pode se livrar deles.

Vamos lá?

1. Procrastinação.

Sintomas:

Você diz que quer falar francês.

Que quer ler e entender a língua.

Mas você tem outras prioridades. Você tem muito trabalho.

É, talvez o problema seja a falta de tempo.

Ou simplesmente você não sabe por onde começar ou por onde continuar.

Ou, se começou, não consegue ter regularidade no aprendizado, pois sempre deixa para depois.

E aí você não faz nada.

E sempre que reencontra algum amigo ou familiar que saiba do seu “projeto” de aprender francês, responde, sem graça: “É, o francês está melhorando. Mas você sabe como é, né? Vida corrida. Falta tempo para isso.”

Remédio:

Simplesmente comece, estude e arrume tempo de estar sempre em contato com o francês.

Você quer arrumar tempo para aprender francês mas não sabe como?

Clique aqui e descubra como! 🙂
  • Ouça músicas, veja filmes e leia jornais em francês.
  • Aprenda francês na internet e nas redes sociais.
  • Comece a ter aulas particulares.

Enfim, faça alguma coisa para sair da inércia!

Sair do ponto morto é a parte mais complicada, mas você já tomou a maravilhosa decisão de sair da sua zona de conforto e de aprender essa língua linda que é o francês.

Ou seja, você está mais que pronto(a) a tomar uma atitude!

Ah, e isso vale também para você que já começou a estudar, mas que não tem regularidade e sempre coloca o francês como o último ponto da lista de prioridades.

Então, a hora de tomar uma atitude e mudar de discurso é agora!

É hora de se motivar e de lembrar porque você quer aprender o francês.

Imagine como será maravilhoso atingir esse objetivo e dê um fim das desculpas!

Você pode. Você consegue. Você é capaz!

2. Falta de confiança

Sintomas:

Você não se sente capaz.

Você acha que francês é difícil demais e que não está para o seu bico.

Você sempre imagina que é preciso ter um dom para falar francês.

E que só seres com inteligência extraordinária para línguas conseguem aprender.

Mas você é um mero mortal.

Que acha que nunca vai conseguir falar francês.

Remédio:

Pode até parecer balela, mas aqui vai a solução para o seu problema: pare de se comparar com os outros.

Para que olhar para fulano e imaginar que ele é extraordinário, muito mais inteligente que você e que ele tem o dom da língua.

Realize: Você é você e isso é ótimo.

Você decidiu aprender francês.

E você vai conseguir.

Só que para isso, é importante ter confiança. Em você.

Cada um tem seu jeito, seu ritmo e seu objetivo.

E a experiência de aprender uma nova língua também é diferente para cada pessoa.

Por isso, a partir de agora, compare-se somente com o melhor que você pode fazer e ser.

E aí não tem mais erro: foque nesse ideal e vá com tudo, que você consegue!

3. Frustração e sensação de que não está progredindo

Sintomas:

Você já conseguiu superar os dois obstáculos anteriores.

Entretanto, você está frustrado, pois achava que, a essa altura, estaria progredindo muito mais.

Parece que seu francês anda a passos de lesma. 🐌

E que o objetivo de ser fluente está cada dia mais mais longe.

Remédio:

Se você está sentindo tudo isso, talvez seja o momento de reavaliar seus objetivos.

Mas o que isso tem a ver?

É que se você não está progredindo como gostaria e está frustrado(a), é porque:

  • determinou um objetivo impossível ou muito difícil de atingir (ex. ficar fluente em francês em 15 dias); ou
  • não tem uma meta fixa, e, por isso, está perdido nos conteúdos e parece andar em círculos, sem rumo.

Mas o francês tem que deixar de ser um sonho e virar uma meta determinada para poder se tornar realidade.

Como assim?

Sonhos são abstratos, imprecisos e, muitas vezes, difíceis de alcançar.

E é por ver o francês simplesmente como um sonho que muitas pessoas desistem no meio do caminho. Elas não têm uma meta, um rumo, um planejamento para ter sucesso no francês.

Pois é, não basta pensar “quero falar francês”.

É preciso ter metas claras, que definam o passo-a-passo de como você vai chegar onde quer.

Sem essas metas, você vai acabar perdendo o foco, vai se sentir frustrado e sem rumo.

Se você quer tirar esse sonho, esse objetivo abstrato do papel, clique aqui para ver um artigo massa que escrevemos sobre o assunto.

4. Tédio

Sintomas:

Aprender francês virou uma atividade chata, entediante, um suplício.

Você já começa o estudo pensando na hora de acabar.

Na verdade, o francês é hoje mais uma obrigação que um prazer para você.

Remédio:

A verdade é essa: se você está de cansado do francês é porque você está desmotivado(a).

Pior ainda: você deve ter entrado num ciclo vicioso de:

  1. aulas chatas – que você não vê onde vão levar você;
  2. milhões de aplicativos – você não sabe o que fazer com aquele vocabulário novo fora de contexto; e
  3. uso de vários métodos diferentes (aulas particulares, estudo por conta própria, método de aplicativos, método tradicional e por aí vai…) – que não correspondem com o que você gosta de fazer.

Para se livrar desse tédio, antes de mais nada, faça o seguinte.

Anote em um papel o principal motivo que fez você querer aprender francês.

Viajar para a França? Aprender uma nova cultura?

Assistir a filmes e ouvir músicas francesas sem traduzir?

Conversar com amigos e familiares franceses?

Estudar ou trabalhar na França ou melhorar sua carreira com uma nova língua?

Anote com detalhes. Imagine exatamente o que você pode e vai conseguir quando souber falar francês. Como sua vida seria?

Ao lembrar seu “porquê”, você vai se animar para aprender.

Você vai se reconectar com a razão pela qual o francês é importante na sua vida.

E por que não encarar o aprendizado do francês como uma diversão, um momento de prazer e um lazer?

Coloque o francês nas atividades que você ama.

Se você ama ver filmes de ação, procure ver filmes de ação franceses.

Se você gosta de ler livros, tente ler livros em francês.

Se você curte ver comediantes no youtube, procure os comediantes franceses!

Enfim, a solução é você se reconectar com seu “porquê”, achar sua motivação e mantê-la sempre por perto.

E aí, gostou desse artigo? Que tal compartilhar para ajudar seus amigos e familiares a sacudirem a poeira e mergulharem de cabeça no francês?

Deixe uma resposta